Bush assina decreto criando departamento para "plantar notícia"

O presidente George W. Bush assinou nesta terça-feira um decreto criando oficialmente o Escritório de Comunicações Globais, encarregado de melhorar a imagem dos EUA no exterior através da divulgação de suas políticas, segundo a Casa Branca.Trata-se, na verdade, de uma órgão idealizado no Pentágono para "fornecer notícias, incluindo possivelmente notas falsas, para as organizações jornalísticas estrangeiras", segundo denúncia do jornal The New York Times, na edição de 6 de novembro do ano passado.O Escritório de Comunicações Globais existe há pelo menos seis meses, tentando fazer chegar discretamente sua mensagem através da imprensa estrangeira. Sua criação resulta de uma tentativa anterior do governo de angariar apoio da opinião pública internacional para a guerra contra o terrorismo.Segundo o porta-voz presidencial Ari Fleischer, "o presidente acredita que a melhor coordenação de nossas comunicações internacionais ajudará a transmitir a verdade sobre os EUA e os objetivos que compartilhamos com as pessoas de todas as partes", disse Fleicher. Acrescentou que "ele sabe que devemos comunicar nossas decisões e valores ao mundo com maior clareza e através do diálogo".Segundo o Times, alguns membros do próprio serviço militar norte-americano temiam pelo alcance do novo departamento. "Os críticos afirmam estar preocupados com o fato de que um único departamento seja autorizado a usar não apenas operações secretas, como ataques a redes de computadores, atividades de cunho psicológico e simulação, mas também os instrumentos e equipes de uma aparato militar de relações públicas de alcance global".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.