Bush, Blair e o papa entre os indicados para Nobel da Paz

O comitê do Prêmio Nobel da Paz informa ter recebido um número recorde de indicações para 2004, numa lista onde estão incluídos os nomes do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, do premier britânico, Tony Blair, e do papa João Paulo II. O secretário do comitê, Geir Lundestad, afirmou que a lista preliminar inclui 129 indivíduos e 44 organizações, e deverá aumentar, já que os membros do comitê ainda não apresentaram suas próprias indicações, o que deverá ocorrer durante uma reunião marcada para 2 de março.No ano passado foram 165 indicações, e o prêmio foi entregue à advogada e ativista dos direitos humanos Shirin Ebadi, a primeira iraniana e a primeira mulher muçulmana a recebê-lo. O comitê norueguês de cinco membros mantém os nomes em absoluto segredo, divulgado apenas a quantidade de indicados. No entanto, aqueles que oferecem indicações sempre anunciam sua escolha. E este ano, além do de Bush e o do papa, foram apresentados os nomes do presidente francês, Jacques Chirac, e do ex-inspetor de armas da ONU Hans Blix, entre outros.Segundo Lundestad, milhares de pessoas de todo o mundo já enviaram e-mails protestando contra a indicação de Blair e Bush. O anúncio do vencedor deverá ocorrer em meados de outurbo e entrega do prêmio, em 10 de dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.