Bush confia em apoio contra Saddam

O presidente dos EUA, George W. Bush, afirmou que as nações que desejam a paz e se preocupam com a legitimidade da Organização das Nações Unidas (ONU) vão se unir aos EUA. O comentário foi uma resposta indireta a uma pergunta sobre se Bush acreditava que a Rússia e China vão se basear na oferta do Iraque de readmitir a presença de inspetores da ONU no país para bloquear uma nova resolução do Conselho de Segurança sobre Bagdá. "Eu acredito que pessoas razoáveis vão entender que esse homem não é razoável", disse Bush, referindo-se ao presidente do Iraque, Saddam Hussein.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.