Bush confunde protocolo e chama papa de ´senhor´

Em nova gafe, presidente americano não usa tratamento formal para Bento XVI

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, se confundiu ao chamar o papa Bento XVI de "senhor", em vez de usar o tratamento de "Sua Santidade", como manda o protocolo. O primeiro encontro do presidente americano com o pontífice aconteceu neste sábado, 9, no Vaticano. "Estou contente por estar com o Senhor", disse Bush ao ser recebido pelo papa. A gafe foi ouvida pelos fotógrafos e jornalistas que puderam entrar rapidamente na Biblioteca Particular do papa, onde ocorreu o encontro. A falha protocolar foi precedida por um pequeno incidente envolvendo a limusine que transportava Bush e sua mulher, Laura, até o Vaticano. No caminho, o veículo sofreu um problema mecânico e ficou parado por alguns instantes. Outra gafe conhecida do presidente americano aconteceu durante a última visita da rainha Elizabeth II a Washington. Na ocasião, Bush afirmou em discurso que a última visita da soberana foi há dois séculos, em 1776. Por conta da visita de Bush, centenas de pequenos tanques e policiais de diferentes forças, inclusive do Batalhão de Choque, encontram-se espalhados pelas principais ruas de Roma, que também sobrevoada por inúmeros helicópteros. Sobre os problemas estomacais sofridos por Bush no último dia da cúpula do G8 (grupo dos sete países mais industrializados do mundo e a Rússia), realizada em Heiligendamm (Alemanha), Dana Perino, porta-voz da Casa Branca, disse que o presidente "ainda não está totalmente recuperado, mas encontra-se melhor do que na sexta-feira".

Mais conteúdo sobre:
Bush encontro papa protocolo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.