Bush 'considera opções' para retirada de tropas do Iraque

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, está "considerando suas opções" para a retirada de soldados do Iraque, informou hoje a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino. Segundo ela, o presidente recebeu informações sobre a situação das tropas norte-americanos do chefe das tropas dos EUA no país, general David Petraeus. Dana afirmou que ainda é prematuro para se definir quando o presidente decidirá sobre qualquer retirada. Há 146 mil soldados americanos em território iraquiano. A questão é se a diminuição da violência e a maior estabilidade política no Iraque possibilitam a volta de parte dos soldados. Estimativas sugerem que Petraeus recomendaria o corte de uma ou duas brigadas de combate - ou seja, de 3.500 a 7.000 soldados. Porém alguns acontecimentos recentes podem atrasar esse processo, como a inesperada retirada de tropas da Geórgia, após a breve guerra desse país com a Rússia, e o atraso na realização de eleições provinciais.Mortes Uma bomba matou hoje dois soldados norte-americanos na parte leste de Bagdá, informou o comando militar dos Estados Unidos. Segundo um comunicado, as vítimas faziam uma patrulha em uma área de maioria xiita quando a explosão ocorreu, pouco depois do meio-dia.Essas foram as primeiras mortes de americanos na capital desde 28 de agosto, quando um soldado foi morto por uma bomba. Já foram mortos pelo menos 1.453 soldados americanos no Iraque desde a invasão no país, em março de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.