Bush conversa com líderes israelenses e palestinos

A administração George W. Bush abriu hoje um canal de diálogo com os líderes árabe e israelenses. O primeiro objetivo, segundo fontes de Washington, é evitar qualquer tipo de reação violenta à vitória do linha dura Ariel Sharon nas eleições para primeiro-ministro de Israel.Segundo uma porta-voz da Casa Branca, Mary Ellen Countryman, Bush telefonou hoje para o líder palestino, Yasser Arafat, e lhe pediu para realizar todo o esforço necessário para cessar a violência e levar calma à região. Ela afirmou também que o presidente reconfirmou o compromisso dos EUA com uma paz justa e duradoura entre israelenses e palestinos.De acordo com Hassan Abdel Rahman, que chefia o escritório da Organização para a Libertação da Palestina em Washington, Arafat teria expressado a Bush, em resposta, seu compromisso com o processo de paz no Oriente Médio.Na terça-feira, em um esforço diplomático via telefone, o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, conversou com Sharon da mesma forma que Bush, e ontem com o rei Abdullah II da Jordânia, príncipe herdeiro Abdullah da Arábia Saudita e com os chanceleres do Egito e da Síria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.