Bush conversará com 5 líderes sobre ameaça de Saddan Hussein

O presidente dos EUA, George W. Bush, disse considerar "muito séria" a suposta ameaça representada pelo presidente do Iraque, Saddam Hussein, e que irá comunicar sua preocupação aos principais líderes internacionais nos próximos dias. Durante discurso em Louisville, Bush disse que conversará amanhã com os líderes da Rússia, China e França por telefone. Bush afirmou ainda que se reunirá com o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, no sábado e com o primeiro-ministro do Canadá, Jean Chretien, na segunda-feira. Bush dirá aos líderes que não tolerará que o Iraque detenha armas de destruição em massa. Para ele, os problemas devem ser evitados, antes que seja muito tarde. "Devemos nos antecipar aos problemas antes que ocorram. Devemos lidar com as ameaças a nossa segurança hoje, antes que seja tarde", disse. O presidente norte-americano afirmou também que pretende deixar claro aos países que abrigam terroristas que os EUA os consideram igualmente condenáveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.