Bush declara apoio a Estado palestino e alerta o Iraque

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse, na noite desta quinta-feira, que os Estados Unidos estão a favor da criação de um Estado palestino, com a condição de que os palestinos reconheçam o direito de Israel de existir. "Creio que um Estado palestino deve existir sempre e quando este Estado reconheça o direito ao Estado de Israel de existir e o respeite", afirmou Bush na Casa Branca, em entrevista coletiva. Bush destacou ainda a necessidade de um cessar-fogo entre Israel e os palestinos. Bush chamou o líder iraquiano Saddam Hussein de "um homem maligno" a quem os Estados Unidos "estão vigiando atentamente". Ele não se referiu a uma ação específica contra o Iraque na luta contra o terrorismo. "Não há dúvida de que o líder do Iraque é um homem maligno. Sabemos que está desenvolvendo armas de destruição em massa", acusou. O presidente norte-americano disse ainda que o regime Taleban, que controla o Afeganistão, pode ajudar no fim das ações militares se entregar o saudita Osama Bin Laden e seus aliados. Leia o especial

Agencia Estado,

11 Outubro 2001 | 21h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.