Bush defende a guerra e diz esperar ser reeleito

O presidente dos EUA, George W. Bush, diz que muitos de seus amigos têm dúvidas sobre o envolvimento americano no Iraque, mas que acredita que tomou a decisão correta ao invadir o país e que os eleitores não lhe negarão um segundo mandato, mesmo os que discordam da guerra.Em entrevista ao jornal USA Today, publicada no website do periódico, o presidente afirmou que seu trabalho é tomar decisões difíceis. "Meu serviço é confrontar os problemas, não passá-los adiante?. A opinião pública, a princípio, apoiava a guerra, mas com o número de americanos mortos se aproximando de mil, o assunto já divide opiniões.?Há muito trabalho a ser feito para transformar o mundo num lugar mais livre e pacífico. É essencial que a América lidere no século 21, para derrotar os ideólogos que usam o terror como arma... e também para espalhar a liberdade?, afirmou.?Eu vejo claramente onde precisamos chegar e quero passar quatro anos dirigindo-me para esta meta. E acredito que o povo americano vai de dar essa oportunidade?, declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.