Bush define: eleição no Iraque não passa de janeiro

O presidente dos EUA, George W. Bush, disse que as eleições iraquianas não devem ser adiadas para depois da data fixada, 30 de janeiro, repudiando os pedidos feitos por mais de uma dezena de partidos políticos, para que o pleito não ocorra até que haja segurança garantida em todos os locais de votação. "É hora dos cidadãos iraquianos irem às urnas", disse o presidente.Bush também comentou a crise eleitoral na Ucrânia, país onde a oposição se recusa a aceitar os resultados do segundo turno do pleito presidencial, e que parece caminhar para novas eleições. O presidente americano disse, com mais ênfase que em oportunidades anteriores, que países estrangeiros não devem interferir no processo ucraniano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.