Bush deixa claro seu rancor da França

O presidente George W. Bush deixou transparecer neste domingo o rancor e desprezo que sente pela decisão do governo francês de bloquear qualquer resolução do Conselho de Segurança que dêlegitimidade internacional a uma solução militar para desarmar o Iraque.?A França mostrou suas cartas?, afirmou Bush. ?Eles (os franceses) disseram que vetariamqualquer coisa que exigisse de Saddam (Hussein) que prestasse contas.?O profundo ressentimento do governo americano com a França, o mais antigo aliado dos EUA na Europa, foi sublinhado também pelo vice-presidente, Dick Chenney. Numa entrevista à rede NBC, ele fez uma lista de ações do governo de Paris que,segundo ele, teria dado motivos a Saddam de evitar cumprir as ordens de desarmamento aprovadas pela ONU.O secretário de Estado, Colin Powell, descartou aoferta de uma solução de compromisso oferecida neste domingo pelo presidente Jacques Chirac, dando um prazo adicional de 30 dias para inspeções.Perguntado no programa This Week sobre se os EUA vão precisar da ajuda da França no Iraque depois da guerra, o comentarista conservador George Will foi sarcástico. ?Sim, acho que devemosconvidar a França, pois eles podem nos ajudar a ler nos arquivos iraquianos sobre suacolaboração com Saddam Hussein.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.