Bush discute aids com Mbeki

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, reuniu-se neste terça-feira com seu colega sul-africano, Thabo Mbeki, para falar sobre a epidemia de aids que afeta a África, e também para defender-se de acusações de que a resposta de ambos à crise tem sido inadequada."O presidente (Mbeki) está tão preocupado quanto eu", disse Bush a jornalistas ao final do encontro. Ambos dirigentes defenderam suas posições sobre a aids mesmo não tendo o assunto previsto na agenda do encontro.Depois da reunião, os dois líderes almoçaram juntos, e Mbeki deixou a mesa sem falar com jornalistas. Bush e Mbeki emitiram um comunicado conjunto de apoio a um fundo internacional para o combate à aids, afirmando ser necessário um esforço extra para enfrentar a aids e outras doenças. Mais tarde, respondendo a denúncias de que não tomou medidas suficientes contra a propagação da aids em seu país, Mbeki afirmou: "É necessário que as pessoas prestem atenção ao que estamos fazendo na África do Sul, não apenas imaginem o que estamos fazendo. Sobre a base dos fatos, não creio que possam fazer uma acusação semelhante". Esta foi a primeira reunião entre Mbeki e Bush desde que este assumiu o governo, em 21 de janeiro. Ambos se encontraram no Texas em maio de 2000, quando Bush era governador do Estado. O encontro ocorreu um dia depois que o secretário de Estado Colin Powell falou durante uma sessão especial das Nações Unidas sobre a aids e prometeu que os Estados Unidos doarão mais dinheiro a um fundo global para combater a doença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.