Bush diz estar "um pouco preocupado" com situação da Venezuela

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse nesta quarta-feira estar "um pouco preocupado" com a situação na Venezuela, após acusar "alguns líderes" de prejudicar o país, em referência ao presidente venezuelano, Hugo Chávez, embora não tenha mencionado nomes.O líder americano se reuniu nesta quarta com um grupo de empresários perto de Omaha, no Nebraska, no centro comunitário "Juan Diego", onde se encontrou com uma imigrante venezuelana, identificada como Lourdes Secola, que chegou aos EUA há 25 anos.Quando a mulher se identificou como venezuelana, Bush disse a ela que "estou um pouco preocupado com seu país, me preocupa um pouco"."Algumas vezes surgem líderes que prejudicam as tradições e o povo de um país", acrescentou Bush, sem citar Chávez pelo nome.O presidente americano se reuniu primeiro com um pequeno grupo de empresários, e depois, em outra sala, com imigrantes hispânicos que utilizam os recursos oferecidos pelo centro comunitário.O presidente visitou o centro comunitário "Juan Diego" dentro de uma viagem por vários estados dos EUA, que tem como objetivo pressionar o Congresso a aprovar um projeto de lei da reforma migratória.Durante seu percurso do hotel Omaha Hilton até o centro comunitário, a caravana de Bush passou por diversos grupos de manifestantes contrários à guerra no Iraque e à regularização dos imigrantes ilegais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.