Bush diz que Al Qaeda planejou ataque aéreo contra Los Angeles

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse hoje que a rede terrorista Al Qaeda planejou um ataque contra o edifício mais alto de Los Angeles pouco depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.Segundo ele, o atentado foi evitado "no começo de 2002, quando uma nação do sudeste asiático prendeu um membro-chave da Al Qaeda". O presidente já dissera anteriormente que os terroristas haviam tentado atacar a costa oeste do país, mas nunca dera tantos detalhes. "Enquanto os americanos estavam se recuperando de um golpe sem precedentes em nosso país, a Al Qaeda já estava ocupada planejando o próximo atentado", disse.Bush afirmou que o governo tinha informações em outubro de 2001, que Khalid Shaikh Mohammed, o cérebro dos atentados de 11 de setembro, havia traçado um plano para que um grupo de terroristas com bombas nos sapatos seqüestrasse um avião e o atirasse contra o US Bank Tower de Los Angeles, o edifício mais alto do litoral oeste do país.Desde o 11 de setembro, disse Bush, os Estados Unidos e seus aliados "desarticularam um certo número de tramas terroristas da Al Qaeda, inclusive algumas contra alvos" em território americano. Com a ajuda dos aliados que, segundo ele, são mais numerosos do que nunca, Bush assegurou que manterá a luta contra o terrorismo em todas as frentes. "Os Estados Unidos não esperarão serem atacados de novo e não retrocederão em seu empenho de capturar os terroristas onde quer estes estejam para proteger os americanos", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.