Bush diz que Chávez é uma ameaça para a democracia

O presidente dos Estados Unidos,George W. Bush, afirmou nesta segunda-feira que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, não representa uma "ameaça militar" mas sim uma "ameaça para a democracia".Durante entrevista concedida à rede de televisão Fox News, Bush falou sobre a situação na Venezuela e aos preços do petróleo, entre outros assuntos."Fico muito preocupado com um governo que pode minar osprincípios da democracia. A ameaça maior que enfrentamos navizinhança é o enfraquecimento dos valores e das instituiçõesdemocráticas", enfatizou Bush.Chávez "não é uma ameaça militar. Temos um exército muito forte epodemos responder qualquer ameaça à nossa pátria, e assim o faremoscaso seja necessário", disse o governante, que completou: "AAmeaça que ele (Chávez) representa é para a democracia"."Desejaria que (Chávez) investisse seus petrodólares no povo daVenezuela", declarou Bush, ao reagir às ameaças do governo venezuelano de fechar algumas de suas refinarias petrolíferas nos Estados Unidos.Bush enfatizou que as ameaças do governo venezuelano só confirmamque reforçar a segurança nacional depende, em grande parte, de umaredução da dependência do petróleo estrangeiro.Segundo números oficiais, cerca de 12% das importações de petróleo dos EUA em 2004 vieram da Venezuela.O governo de Chávez também tem ameaçado suspender suas exportações de hidrocarbonetos aos EUA caso a Casa Branca decida cortar relações diplomáticas com a Venezuela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.