Bush diz que enviaram carta com antraz para Senado

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse que o escritório do líder da maioria democrata no Senado, Thomas Daschle, recebeu uma carta contendo antraz. Segundo Bush, membros da equipe de Daschle estão sendo tratados de uma possível exposição à bactéria. "Acabo de falar com o líder Daschle. Seu escritório recebeu uma carta que continha antraz. A carta foi testada no local e as pessoas da equipe do senador que foram expostas estão sendo tratadas", disse. A carta e a substância estão sendo examinadas pelo Centro para Controle de Doenças e pelo FBI. Bush disse que um teste preliminar realizado no local determinou que o conteúdo tinha a bactéria antraz, mas que novos testes estavam sendo feitos. "O líder (Daschle) acredita que é antraz, mas descobriremos mais com os testes", disse Bush. O presidente afirmou que ambos (ele e o senador) estão preocupados com os últimos acontecimentos. Bush novamente pediu ao povo americano que fique atento para cartas suspeitas e que notifiquem as autoridades. Bush disse ainda que os EUA suspeitam que a rede de terrorismo de Osama bin Laden, o Al-Qaeda, possa estar por trás dos ataques de antraz, mas ele disse que não há provas sobre isso. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.