Bush diz que gravação comprova risco de terrorismo

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse neste domingo em Bangcoc que uma gravação atribuída a Osama bin Laden é uma evidência de que o terrorismo ainda é uma ameaça mundial. A fita, divulgada no sábado pela emissora Al-Jazira, contém ameaças de atentados "dentro e fora" dos EUA.Além disso, a voz cita países que apóiam a ocupação americana do Iraque, como Grã-Bretanha, Espanha, Austrália, Polônia, Japão e Itália. Especialistas americanos ainda não se manifestaram sobre a autenticidade da fita.Enquanto isso, outra gravação no estilo das divulgadas pela Al-Qaeda apareceu neste domingo na internet e foi qualificada como contendo a voz de militantes que promoveram um atentado contra a Arábia Saudita em maio. Haveria também quatro supostos extremistas fazendo o que seriam declarações finais.No Cairo, milhares de estudantes universitários saíram às ruas para protestar contra as atividades de Estados Unidos e Israel no Oriente Médio. Cerca de 4.000 estudantes criticaram as ações israelenses nos territórios palestinos e condenaram o ataque aéreo de Israel à Síria em 5 de outubro. Manifestações pequenas e observadas por grande contingente policial ocorreram durante toda a semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.