Bush diz que não faz guerra "por poder, nem por orgulho"

O presidente dos EUA, George W. Bush, prometerá hoje, durante seu discurso na Convenção Nacional do Partido Republicano, combater o terrorismo "não por poder, não por orgulho, mas para manter a América segura". "Acredito que esta nação quer uma liderança firme, consistente e de princípios", dirá o presidente em seu discurso, trechos do qual foram obtidos pela Associated Press.O presidente visitou o palco da onde fará o discurso, no qual aceitará formalmente representar o Partido Republicano e disputar a reeleição. O plano de Bush é usar a fala durante a convenção para encorajar os americanos a mantê-lo no cargo e apresentar-se como um comandante resoluto para tempos de guerra, com planos grandiosos para um segundo mandato."É com orgulho que aceito", ensaiou ele do pódio, e então brincou com os jornalistas: "Companheiros membros do corpo de imprensa, especialmente operadores da câmera, redução de impostos está a caminho. Não gastem tudo de uma vez só".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.