Bush diz que os EUA ?são difíceis de proteger? contra ataques

O presidente George W. Bush disse, hoje, que os americanos que esperam outro ataque terrorista ao país têm razão de temer. ?Este é um país difícil de defender?, concordou.Perguntado sobre uma pesquisa de opinião pública realizada pela Associeted Press, mostrando que dois terços dos americanos acham que é ?provável? um ataque antes das próximas eleições, em novembro, o presidente disse: ?Posso entender por que eles acham que isso vai acontecer novamente. Eles viram o que aconteceu em Madri?, referindo-se as explosões terroristas que devastaram estações de trens na capital espanhola uma semana antes das eleições presidenciais.Bush participava, hoje, de uma reunião anual com executivos de mais de 1.500 jornais associados à AP, quando resolveu ser franco a respeito da vulnerabilidade do país.?Nossa inteligência é boa. Não exatamente perfeita, este é o problema.?O presidente também admitiu que, nas últimas semanas, o Iraque tem sido ?realmente difícil?, mas garantiu que não reduzirá o comprometimento de seu governo com a criação de um Iraque livre e democrático.?O povo iraquiano olha os americanos dizendo ?iremos ser cortados e abandonados novamente?? Não iremos cortá-los e abandoná-los enquanto eu estiver no Salão Oval.?Bush também condenou os ataques terroristas de hoje cedo no Iraque e na Arábia Saudita.?Eles atacaram hoje, em Basra. Mataram iraquianos inocentes. Eles atacaram hoje, em Riad... Eles atacam o tempo todo. Eles gostariam de nos atacar também?, afirmou.?Temos de ser eficazes para detê-los. Não há negociação com esses terroristas. É importante encontrálos antes que eles voltem aqui novamente. Os tempos são duros. As duas últimas semanas foram realmente difíceis.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.