Bush e Kerry homenageiam soldados em feriado dos EUA

O presidente americano, George W. Bush, lembrou hoje, no feriado Memorial Day - no qual os americanos homenageiam os soldados mortos em combate - a "intensa coragem" dos soldados dos EUA no Afeganistão e no Iraque e disse que "dois regimes terroristas" se foram e a América está mais segura por causa de sua valentia.Antes, o rival democrata de Bush à presidência, John Kerry, fez visita solene ao Memorial dos Veteranos do Vietnã, em um contraponto ao tributo de Bush no Cemitério Nacional de Arlington. Bush, acompanhado do general Richard Myers, chefe do Estado-Maior Conjunto, e pelo secretário de Defesa, Donald Rumsfeld, colocou uma coroa de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido, que abriga os restos de soldados não identificados que combateram e morreram em várias guerras.Ele fez breves referências aos atuais conflitos em que os EUA, com milhares de soldados, estão envolvidos. "Temos visto o caráter do homem e da mulher que usam o uniforme de nosso país em lugares como Cabul e Kandahar, Mossul e Bagdá. Temos visto sua decência e seu bravo espírito", declarou diante de aplausos da multidão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.