Bush e premier iraquiano se reúnem para discutir segurança

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, devem se encontrar na próxima semana, na Jordânia, para discutir a situação de deteriorização da segurança no Iraque, desde a ocupação norte-americana no país que era governado pelo ditador Saddam Hussein. O encontro entre eles deve acontecer entre os dias 29 e 30 deste mês e contempla a vontade de vários grupos políticos americanos, especialmente aos democratas, sobre a maneira de os EUA conduzirem a guerra no Iraque. Um comitê criado pelo Pentágono e os congressistas do Grupo de Estudos sobre o Iraque têm preparado relatórios para o presidente, principalmente depois do convite iraniano de estimular a retomada das ações diplomáticas entre Síria e Iraque, após 25 anos de relações cortadas.Em um comunicado em conjunto na noite de terça-feira, Bush e al-Maliki disseram que eles pretendem se encontrar na Jordânia com o intuito de discutir a construção de uma política de segurança estável no Iraque. Bush deve viajar para o encontro logo após conferência da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em Riga, na Letônia.O porta-voz da Casa Branca Tony Snow distribuiu o comunicado à imprensa após o retorno da viagem de oito dias de Bush na Ásia. "Nós vamos focar nossas discussões no desenvolvimento sustentável do Iraque e em progressos que podem ser alavancados após um comitê de alto nível para a transferência gradativa das responsabilidades com segurança na região do Iraque", dizia o comunicado."Nós reiteramos nosso compromisso de construir as fundações de paz, democracia e segurança para o crescimento sério do Iraque, sustentado na parceria entre nossas duas nações," confirma o documento. O último encontro entre Bush e al-Maliki aconteceu no útlimo dia 25 de julho, em Washington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.