Bush e Putin concordam: é preciso desarmar Saddam

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e o presidente russo, Vladmir Putin, concordaram em trabalhar para uma solução em relação ao Iraque levando em consideração "os interesses da comunidade internacional", informou o Kremlin, segundo as agências internacionais. O porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, afirmou que os presidentes concordaram sobre a necessidade de desarmar Saddam Hussein e que continuarão a comunicarem-se como aliados. O Kremlim emitiu nota informando que "durante a discussão em relação ao Iraque, ambos expressaram intenção de avançar no trabalho dentro das Nações Unidas com o objetivo de chegar a um plano de ação levando em consideração os interesses da comunidade internacional". Sobre a perspectiva de a Rússia apoiar a segunda resolução dos EUA, que encontra-se nas Nações Unidas, o porta-voz da Casa Branca disse que tal posição tem de vir de Moscou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.