Bush elogia 'independência e caráter' de McCain

O presidente dos EUA, George W. Bush, elogiou "a independência e o caráter" de John McCain num breve discurso à Convenção Nacional Republicana. Distribuído via satélite a partir da Casa Branca, a fala de Bush teve um papel significativamente menor do que o planejado anteriormente, entre os discursos de encerramento da segunda-feira. O presidente elogiou McCain como um "homem independente que pensa por si mesmo" e lembrou o passado do senador como militar, mencionando um episódio em que McCain, preso num campo de prisioneiros de guerra, recusou a oferta para ser libertado antes dos outros.Bush também repisou as questões de segurança nacional que impulsionaram a sua reeleição, em 2004. "Vivemos em um mundo perigoso", disse. "Precisamos de um presidente que compreenda as lições do 11 de setembro de 2001: que para proteger a América, precisamos ficar na ofensiva, impedir os ataques antes que eles aconteçam, e não esperar para sermos atingidos novamente", afirmou. "O homem de que necessitamos é John McCain."O presidente também elogiou McCain como um "opositor implacável do desperdício" e afirmou que "como presidente, ele aumentará a pressão contra os altos impostos no Congresso e tornará permanente a dedução fiscal". Bush disse ainda que McCain "investirá em tecnologias energéticas do futuro e suspenderá a proibição de explorar petróleo na costa da América". As informações são da Associated Press e do site da CNN.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.