Bush: "Enquanto eu for presidente não iremos parar de procurar bin Laden"

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse nesta sexta-feira que apesar de ter desmantelado a unidade especial destacada somente para a caça ao líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, a procura pelo terrorista está "longe de acabar"."É uma questão de tempo para achá-lo, a não ser que paremos de procurá-lo", afirmou Bush em uma coletiva de imprensa em Chicago. "Enquanto eu for presidente, continuaremos a procurar não só Bin Laden, mas qualquer outro que pense em atacar os EUA."A caça pelo terrorista saudita, que já dura cinco anos, foi até agora improdutiva.Na coletiva, Bush comentou ainda os problemas em relação à prisão de Guantánamo, afirmando que as convenções do Tratado de Genebra foram feitas para lidar com os exércitos de outros países e não com terrorista, e que por isso que elas não seriam aplicáveis a Guantánamo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.