Bush exagerou nas acusações sobre o Iraque, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada jornal "New York Times" e pela cadeia de televisão "CBS" indica que 50% dos norte-americanos pensam que o presidente Bush supervalorizou o perigo que representavam as armas de destruição em massaalegadamente na posse de Saddam Hussein.Dos inquiridos, 64% afirma estar consciente de que já se passou um mês sobre o fim da queda do regime e ainda não foi descoberto nenhum dos arsenais que o presidente norte-americano anunciou existirem.Para dois terços dos norte-americanos, as acusações do presidente norte-americano foram exageradas deliberadamente com o único fim de conseguir apoio para uma intervenção militar.Apesar destas dúvidas, Bush recolhe 67% de opiniões positivas, mas as recentes medidas econômicas estão tendo um apoio menor, com uma queda de 7% nesta sondagem face ao inquérito realizado há um mês.A maioria dos inquiridos afirma preferir que a administração Bush reduza o déficit público ou financie o sistema de saúde, em vez de reduzir os impostos.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.