Bush explica: guerra ao terror está sendo vencida

O presidente George W. Bush disse que ?venceremos a guerra o terror?, numa tentativa de abafar a controvérsia sobre sua declaração anterior de que a guerra contra o terrorismo ?não pode ser vencida?. Em discurso proferido hoje, o presidente afirmou: ?Reunimo-nos hoje num tempo de guerra para nosso país, uma guerra que não começamos e que mesmo assim venceremos?.Numa entrevista para televisão que foi ao ar na segunda-feira, o presidente dizia: ?Não creio que se possa vencer? a guerra ao terror. A declaração fez a oposição ao governo republicano correr à mídia para criticar o presidente. Numa entrevista radiofônica hoje, Bush elaborou seus comentários: ?O que eu quis dizer foi que não se trata de uma guerra convencional?, afirmou. ?Eu deveria ter sido mais articulado?.O comentário de Bush e as críticas que sua postura atraiu desviaram a atenção do público da imagem presidencial cuidadosamente elaborada para a Convenção Nacional do Partido Republicano, que pretende mostrar Bush como um comandante decidido que vem garantindo a segurança dos EUA.A campanha do principal desafiante de Bush, o democrata John Kerry, voltou a bater no governo. ?Este presidente passou de missão cumprida para missão com erros de cálculo e agora missão impossível?, disse o porta-voz Phil Singer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.