Bush insiste na inclusão da Turquia na UE

O presidente norte-americano George W. Bush voltou hoje a insistir na teoria de que a União Européia deveria permitir o ingresso da Turquia, apesar das críticas do presidente da França, Jacques Chirac, de que ele estaria se intrometendo em assuntos que são de sua responsabilidade. ?Não só ele foi longe demais, mas entrou em um território que não lhe diz respeito?, afirmou ontem o presidente francês. Segundo Bush, ao aceitar a Turquia, uma democracia muçulmana, a UE poderia levar outros estados islâmicos a realizarem reformas políticas. ?A inclusão da Turquia na UE provaria que a Europa não é um clube exclusivo de apenas uma região?, disse Bush.A União Européia deve decidir no fim deste ano se a Turquia reúne os requisitos, no que se refere à democracia e aos direitos humanos, o que lhe permitiria iniciar conversações para ser tornar um membro da União em 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.