Bush liga guerra no Iraque aos atentados de 11 de setembro

Em seu programa de rádio, transmitidotodos os sábados, o presidente americano, George W. Bush, dissehoje - dois dias depois das solenidades pelo segundoaniversário dos ataques de 11 de setembro - que osatentados em Nova York e Washington estão profundamentevinculados à guerra no Iraque."Temos uma estratégia e uma missão no Iraque", declarou Bush."Combateremos e derrotaremos os terroristas lá para não termos deenfrentá-los em solo americano."O discurso do presidente acontece no momento em que as pesquisasapontam para uma baixa na aprovação popular a seu governo,alimentada pelo custo da guerra em termos humanos e financeiros.Bush assinalou que Washington se empenha, agora, em buscar sóciosna comunidade internacional que compartilhem esse custo e tentouresponder às críticas de que a invasão do Iraque não teveobjetivos claros."Seguimos uma estratégia muito clara, com três objetivosespecíficos", explicou. "Derrotar os terroristas, obter apoiointernacional para um Iraque livre e transferir rapidamente aautoridade e o poder para o povo iraquiano?.

Agencia Estado,

13 de setembro de 2003 | 17h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.