Bush não viu vídeo da execução de Saddam, diz Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, não viu o vídeo clandestino do enforcamento de Saddam Hussein, pois estaria muito ocupado com os novos rumos da estratégia no Iraque, disse a Casa Branca na quarta-feira. As imagens causaram críticas às autoridades iraquianas, já que no vídeo, gravado provavelmente com um telefone celular, xiitas do governo aparecem xingando o ex-líder iraquiano na plataforma de enforcamento. A comunidade árabe sunita, a mesma de Saddam, ficou revoltada, e houve críticas internacionais. A Casa Branca disse que a preocupação norte-americana com a forma como a execução ocorreu foi expressada ao governo iraquiano pela embaixada dos EUA e pelas autoridades militares em Bagdá. MudançaO porta-voz da Casa Branca Scott Stanzel disse que Bush está concentrado agora nos novos rumos do Iraque. "O presidente já disse que está satisfeito com o fato de o povo iraquiano ter conduzido um processo judicial, julgado uma pessoa que assassinou milhares de cidadãos iraquianos e aplicado uma punição que era inimaginável durante seu regime", disse ele. A nova estratégia de Bush em relação ao Iraque deve ser divulgada já na semana que vem. "O presidente está reduzindo as opções", disse Stanzel. "Mas é um pacote inteiro de opções, seja no front militar, econômico ou político. Ele quer anunciar tudo junto." Segundo o porta-voz, ainda não há data para o anúncio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.