Bush nomeia deputado da Flórida para chefiar a CIA

O presidente dos EUA, George W. Bush, nomeou o deputado da Flórida Porter Goss, um ex-agente secreto, para chefiar a CIA. Segundo o presidente, Goss ?conhece a CIA por dentro e por fora? e pode aperfeiçoar a rede de espionagem da agência. Goss atualmente preside a comissão de inteligência da Câmara e foi espião do exército antes de entrar para a CIA nos anos 60.A indicação ainda tem de ser confirmada pelo Senado. Goss já vinha sendo citado como um dos favoritos para o cargo desde a demissão do diretor George Tener, que deixou o cargo em meio a críticas sobre o modo como a agência vinha cumprindo seu papel antes da guerra com o Iraque.Além de nomear um novo chefe para a CIA, porém, Bush também já se comprometeu em criar um posto de comandante supremo de espionagem para supervisionar não só as atividades da agência como as de outros serviços de informações mantidos pelo governo.O almirante reformado Stansfield Turner, que chefiou a cia durante o governo de Jimmy Carter e apóia o candidato democrata John Kerry na eleição presidencial, disse que a escolha de Goss marca ?um dia ruim para a CIA?. Segundo o almirante, o deputado foi escolhido ?para ajudar George Bush a ganhar votos na Flórida?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.