Bush oferece apoio a Sharon

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, assegurou, nesta quinta-feira, ao primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, por telefone, que estava tentando encontrar uma forma de garantir a segurança de Israel e ao mesmo tempo proporcionar esperança à população palestina.Segundo o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, "grande parte da conversação foi sobre condolências e solidariedade pela situação que está atravessando Israel".O líder palestino, Yasser Arafat, exigiu, nesta quinta-feira, o fim dos ataques contra Israel, mas a Casa Branca considerou o apelo insuficiente. "O presidente continua esperando que ele (Arafat) aja", afirmou Fleischer.O impacto dos recentes ataques suicidas forçou Bush a postergar seu anúncio de um plano para criar um Estado palestino provisório. Do Departamento de Estado, o secretário Colin Powell telefonou aos ministros das Relações Exteriores da Jordânia, Marwan Muasher, do Egito, Ahmed Mahmer, e ao príncipe saudita Saud al-Faisal para pedir-lhes que façam o possível para deter os ataques terroristas contra Israel, preparando o caminho para um anúncio do plano de Bush.Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL ORIENTE MÉDIO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.