Bush parabeniza candidato chavista no Equador

O presidente eleito do Equador, Rafael Correa, recebeu nesta quinta-feira um telefonema do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que deu a ele os parabéns pela vitória nas eleições equatorianas de domingo. Bush falou da sua "satisfação pela vitória da democracia" e afirmou que espera "estreitar os laços de amizade entre EUA e Equador", segundo o site da Alianza País, coligação que apóia Correa.Segundo a Alianza País, além de Bush e de Luiz Inácio Lula da Silva, Correa já recebeu cumprimentos de Néstor Kirchner (Argentina), Michelle Bachelet (Chile), Evo Morales (Bolívia), Alan García (Peru), Álvaro Uribe (Colômbia), Hugo Chávez (Venezuela) e Elías Antonio Saca (El Salvador), entre outros chefes de Estado.Rafael Correa, ex-ministro da Economia do Equador, é um crítico do governo Bush, que chamou de "torpe" em recente entrevista a uma emissora de televisão."Mas uma coisa é o que penso do senhor Bush e outra o que penso do povo americano, com o qual convivi durante quatro anos", comentou Correa, que fez mestrado em economia nos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.