Bush pede ajuda para o conflito de Darfur

O presidente dos EUA, George W. Bush, pediu ontem um aumento dos esforços internacionais para acabar "de uma vez por todas" com a matança na região de Darfur, oeste do Sudão. Bush, que visitou ontem em Ruanda um memorial às 800 mil vítimas do genocídio de 1994, criticou a ONU por "avançar lentamente" na resolução da questão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.