Bush pede ampliação de vistos a trabalhadores especializados

O presidente George W. Bush pediu ao Congresso que autorize a concessão de mais vistos do tipo H-1B, outorgados a trabalhadores muito especializados, em sua maioria na área de tecnologia. Atualmente, a lei limita em 65 mil o número de vistos desse tipo que podem ser concedidos por ano. Os funcionários estrangeiros que obtiverem a permissão podem ficar nos Estados Unidos por seis anos.Em discurso na quinta-feira em Maplewood, Estado de Minnesota, para promover uma série de propostas com o objetivo de melhorar a competitividade das empresas, Bush disse que "é um erro limitar o número de vistos e não encorajar mais pessoas brilhantes a ocuparem vagas no país"."Peço ao Congresso que seja realista e razoável e eleve esse limite", acrescentou. As empresas de tecnologia fizeram vários apelos ao Congresso e ao governo dos EUA, para que elevem o número de vistos para trabalhadores especializados. Mas outros grupos consideram que os vistos eliminariam postos de trabalho entre os próprios americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.