Bush pede ao Hamas que se desarme e reconheça Israel

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, no discurso perante as duas casas do Congresso "O Estado da União", pediu ao grupo radical Hamas que reconheça Israel e se desarme, referindo-se à vitória do grupo radical nas eleições palestinas de 25 de janeiro. No discurso, Bush disse que as eleições palestinas "são vitais, mas são só o começo". Os EUA "apóiam as reformas democráticas em todo o Oriente Médio", sustentou o presidente americano. "Estabelecer uma democracia requer um Estado de Direito, a proteção das minorias, e instituições fortes e transparentes que durem mais que uma só legislatura", declarou. Sobre as eleições em Gaza e Cisjordânia, insistiu" "O povo palestino votou nas eleições; agora os líderes do Hamas devem reconhecer Israel, desarmar-se, rejeitar o terrorismo e trabalhar emprol de uma paz duradoura."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.