Bush pede inspeção internacional na Coréia do Norte

Em visita à Coréia do Sul, o presidente George W. Bush disse hoje que a Coréia do Norte tem muito a fazer antes de ver seu nome riscado da lista de países considerados terroristas pelos EUA.Ao longo de seu governo, Bush classificou o país comunista como integrante do chamado "eixo do mal", juntamente com Irã e Iraque. A Coréia do Norte anunciou ter desistido de seu programa nuclear, mas o presidente americano diz que ainda é necessário que Pyongyang concorde com inspeções internacionais que confirmem o desmantelamento. Especialistas calculam que a Coréia do Norte tenha produzido material nuclear suficiente para fabricar pelo menos dez bombas atômicas. "Eu ainda não sei se eles vão desistir de suas armas", afirmou Bush, que neste giro pela Ásia visitará também Tailândia e China, onde estará para a abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.