Bush pede mais cortes de impostos ao Congresso

O presidente dos EUA, George Bush, afirmou que quer que o pacote de estímulo à recuperação da economia, a ser votado pelo Congresso, inclua cortes de impostos de US$ 60 bilhões e nenhuma iniciativa de novos gastos. O presidente disse que o Congresso já criou novas despesas no valor de US$ 60 bilhões desde os ataques terroristas de 11 de setembro, e que agora não é o momento para novos gastos. "Aqueles gastos totalizam cerca de US$ 60 bilhões e, para estimular a economia, o Congresso não precisa gastar mais. O que eles precisam fazer é cortar impostos. Por tanto, eu proponho o seguinte: proponho que o Congresso aprove, tão rapidamente quanto possível, cortes de impostos equivalentes ou um pouco maiores do que o dinheiro que nós já apropriamos", declarou Bush. Ele também pediu "provisões, no pacote de alívio de impostos, para que os trabalhadores de renda média e moderada também sejam beneficiados".

Agencia Estado,

05 Outubro 2001 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.