Bush pressiona Congresso para aprovar fundos para a guerra

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, ignorou o debate do Congresso americano sobre a atual política para o Iraque e afirmou em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 14, que o Exército está contando com a liberação do dinheiro pelos legisladores.Bush discursou ao mesmo tempo em que representantes do Congresso debatiam medidas para barrar o envio de 21.500 soldados americanos ao Iraque, como o presidente havia anunciado."Eles têm o direito de expressar a oposição e a decisão em relação ao Iraque" disse o presidente americano.Ao mesmo tempo, Bush afirmou que o Congresso deve votar em breve a liberação do fundo de emergência para a guerra no Iraque. "Nossas tropas estão contando que os líderes em Washington providenciem o necessário para que a missão seja realizada", disse.Em sua primeira entrevista coletiva desde o dia 20 de dezembro, Bush informou que recebeu um relatório sobre o Iraque do general David Petraeus, o novo comandante das Forças americanas em Bagdá."Nós falamos sobre a harmonia entre tropas americanas e iraquianas", disse Bush. Por enquanto, as relações parecem boas, embora o presidente acredite que esta questão pode ser melhorada.Bush afirmou ainda que "membros do Congresso estão debatendo uma resolução para desaprovar o plano que o general Petraeus está conduzindo"Líderes democratas perceberam que a entrevista coletiva de Bush deixou de lado o debate que acontecia no Congresso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.