Bush promete ajuda à Turquia

O presidente George W. Bush prometeu hoje ajudar a Turquia a fazer parte da União Européia, mas não externou publicamente seu desejo de ter acesso às bases militares turcas para uma possível guerra contra o Iraque. Num encontro com Recep Tayyip Erdogan, líder do novo partido governista da Turquia, Bush disse que estará "lado a lado" com a Turquia em sua tentativa de ingressar na UE. Posteriormente, Bush afirmou a repórteres: "Minha administração está trabalhando duro em nome da Turquia". Erdogan agradeceu o apoio de Bush, e sublinhou que suas esperanças ainda não acabaram. "Estamos conscientes de seu apoio nesta questão, e apreciamos muito", disse Erdogan num encontro que deveria contar apenas com a presença da conselheira de Segurança Nacional, Condoleezza Rice. Num sinal dos intensos esforços da administração para conseguir o apoio da Turquia para uma eventual guerra contra o Iraque, Bush uniu-se ao encontro e a Casa Branca convidou repórteres para ouvir os primeiros minutos. Jornalistas normalmente não são admitidos em tais encontros. Erdogan também se reuniria com o vice-presidente Dick Cheney e o secretário de Estado Colin Powell.

Agencia Estado,

10 Dezembro 2002 | 17h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.