Bush promete investigar contas de Pinochet

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, prometeu ordenar uma "investigação total" das informações segundo as quais o ex-ditador chileno Augusto Pinochet escondeu entre US$ 4 milhões e US$ 8 milhões em um banco americano. A declaração foi formulada a jornalistas em uma aparição conjunta de Bush com o presidente do Chile, Ricardo Lagos, no Salão Oval da Casa Branca.Bush disse ser "importante que os fatos sejam colocados sobre a mesa" no caso das supostas contas de Pinochet no Banco Riggs, o mais antigo de Washington. "Esta é uma sociedade transparente que está levando a cabo uma investigação. O Banco Riggs está sendo totalmente investigado de forma aberta", disse o presidente americano.Bush acrescentou que Lagos havia manifestado a ele sua preocupação com o caso. "Ele deseja saber a verdade e eu aprecio isso." As supostas contas de Pinochet foram reveladas na semana passada como resultado de uma investigação realizada por um comitê do Senado dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.