Bush promete U$230 milhões em ajuda ao Líbano

O presidente dos EUA, George W Bush, anunciou que os EUA devem enviar um pacote de ajuda humanitária ao Líbano no valor de 230 milhões de dólares. O dinheiro seria usado para auxiliar na reconstrução das casas e infra-estrutura libanesas, de acordo com a BBC. Bush disse aos repórteres que acompanharam o pronunciamento na Casa Branca, que o envio da força de paz deve acontecer o quanto antes, a fim de ajudar na manutenção do cessar-fogo entre Israel e o Hezbollah.A comunidade internacional deve decidir a liderança da força, conferindo um "mandato robusto", disse.A resolução da ONU pede por 15 mil homens a serem enviados para garantir o cessar-fogo, mas alguns países ofereceram menos militares que o esperado, enquanto outros ainda não confirmaram seu comprometimento.O presidente Bush afirmou esperar que a França mande mais homens ao Líbano. Se esperava que Paris fornecesse a maior parte das tropas para a força, mas até agora a França só ofereceu 200, alegando ter a necessidade de mais informações sobre o mandato da força. George Bush disse que os EUA fariam a sua parte, auxiliando no apoio logístico, inteligência, comando e controle, apesar de não contribuir com tropas.O pacote de ajuda, que inclui um envio anterior de U$50 milhões, inclui 25 toneladas de farinha, U$42 milhões para equipamentos do Exército do Líbano e para a limpeza da mancha de óleo no mar, decorrente do bombardeio de uma estação de energia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.