Bush promete vetar projeto da Câmara para retirada do Iraque

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, promete na sexta-feira, 23, vetar o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados que vai impor um prazo para que as tropas se retirem do Iraque. Bush acusou os democratas que orquestraram a votação de realizar um "ato de teatro político" que eles sabem que nunca vai se tornar lei. "Eles determinam restrições rígidas que exigiriam um Exército de advogados para interpretar. Eles determinam uma data arbitrária para a retirada sem considerar as condições em solo. E eles incluíram bilhões em projetos que não têm nada a ver com vencer a guerra contra o terror", disse Bush. "Esse projeto tem muitas condições e um organograma e calendário artificial para a retirada. Conforme deixo claro há semanas, vou vetá-lo se chegar à minha mesa", disse Bush.Os deputados democratas garantiram nesta sexta-feira 218 votos, número suficiente para aprovação de uma lei fixando o dia 1º de setembro de 2008 como data final para a retirada dos soldados norte-americanos do Iraque."A população americana perdeu a fé na conduta do presidente nessa guerra", disse Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Deputados.O projeto de lei prevê uma verba de US$ 121,6 bilhões para as guerras no Iraque e no Afeganistão em 2007, mas estabelece o prazo de março de 2008 para a retirada da maioria dos soldados americanos da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.