Bush quebra protocolo ao sair para jantar no Uruguai

O presidente dos EUA, George W. Bush, quebrou o protocolo durante sua visita ao Uruguai no sábado, 10, ao sair para jantar em um restaurante de Montevidéu. Bush, sua mulher, Laura, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, o embaixador americano no Uruguai, Frank Baxter, e um grupo de colegas jantaram carne à milanesa, ravióli com molho caprese e vinhos tintos e brancos, disse à imprensa local o proprietário do restaurante La Corte. "Foi uma grande surpresa quando fomos avisados da chegada deles poucos minutos antes", disse o dono do estabelecimento. "Atendemos o grupo na área denominada La Cava, reservada para reuniões privadas, mas não houve pedidos especiais e a presença no local de outros clientes chegou a ser permitida". "Ao todo, foram 30 as pessoas que acompanharam o presidente Bush", acrescentou. "E agentes de segurança supervisionaram a preparação dos pratos na cozinha". Aparentemente, o restaurante foi recomendado pelo embaixador Baxter, que recentemente assumiu o cargo e várias vezes já jantou no estabelecimento. Antes do jantar, Bush ofereceu uma recepção às autoridades do governo uruguaio na residência do embaixador americano e fez um breve passeio pela parte antiga de Montevidéu, neste caso por sugestão do presidente do Uruguai, o socialista Tabaré Vázquez. Neste domingo, pela manhã, Bush finalizou sua visita de 36 horas ao Uruguai ao embarcar para a Colômbia, rumo à sua terceira escala na América Latina.

Agencia Estado,

11 Março 2006 | 14h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.