Bush recusa discursar para afro-americanos

A recusa do presidente norte-americano George W. Bush em ser orador em uma reunião da Naacp, a maior associação de afro-americanos, foi recebida como uma bomba entre seus membros, acostumados às atenções de Bill Clinton. "Convidamos sempre o presidente a falar conosco. Estamos surpresos. O presidente Clinton vinha todos os anos", disse Hillary Shelton, diretora do escritório da Naacp em Washington. O convite a Bush foi feito em 30 de junho. A Casa Branca enviou uma resposta, assinada por Bradley Blakeman, vice-assistente de Bush para a agenda do presidente. "O presidente Bush agradece o convite, mas devido a numerosos compromissos na agenda, lamentavelmente devemos recusar o convite".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.