Bush reúne-se com o dalai-lama e irrita a China

Desconsiderando reclamações da China, o presidente George W. Bush recebeu hoje o dalai-lama e prometeu apoio aos esforços do exilado líder espiritual tibetano para estabelecer um diálogo com o governo chinês. Num aceno para a China, a Casa Branca enfatizou que Bush estava recebendo o dalai-lama como um líder religioso, e não político.A China considera o Tibete parte de seu território e acusa o dalai-lama de apoiar a independência tibetana. O dalai-lama disse ter explicado a Bush que busca uma "genuína autonomia" como "uma solução mutualmente justa" para o Tibete e para a China, e Bush compartilha da posição."Garanti a ele que no futuro, em qualquer oportunidade que o presidente tenha de se encontrar com líderes chineses, ele pode garantir ao governo chinês que eu não estou buscando a independência", disse o dalai-lama. Ele afirmou que Bush demonstrou a ele "sentimentos muito genuínos, humanos, calorosos. Eu apreciei muito".Depois do encontro, o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, divulgou um comunicado dizendo que Bush "declarou seu forte apoio ao incansável esforço do dalai-lama para iniciar um diálogo com o governo chinês", e prometeu respaldar a preservação da "única identidade religiosa, cultural e linguística, e a proteção dos direitos humanos de todos os tibetanos"."O presidente afirmou que buscará formas de encorajar o diálogo, e expressou esperança de que o governo chinês responda favoravelmente", acrescentou Fleischer.Em Pequim, o Ministério do Exterior chinês expressou irritação com o encontro de hoje. Luo Gan, o líder do Partido Comunista para questões da lei e da ordem, disse numa reunião com autoridades em Pequim que o dalai-lama está "viajando cada vez mais longe no caminho separatista", divulgou a televisão estatal.A China já estava irritada com a passagem por Nova York do presidente de Taiwan, considerado por Pequim uma província rebelde que eventualmente deverá retornar à terra-mãe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.