Bush salva perua da mesa de Ação de Graças

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, fez hoje uma pequena mudança numa tradição de 55 anos da Casa Branca, que todo ano salva uma ave da mesa dos americanos no Dia de Ação de Graças, que será celebrado na próxima quinta-feira. Bush escolheu, pela primeira vez, uma fêmea, a perua Katie. A ave será levada para uma fazenda de Herndon, na Virgínia, onde, segundo o presidente, terá "uma boa vida". A ave indultada foi levada aos jardins da Casa Branca pelo presidente da Federação Nacional do Peru, Ron Prestage. Ele estima que tenham sido criados em 2002 no país cerca de 270 milhões de perus, mais da metade dos quais serão abatidos no Dia de Ação de Graças. Pela tradição, a família se reúne para uma refeição na qual o peru, que pode ser recheado, é o prato principal, e é sempre acompanhado de vagens, purê de batata-doce e doce de abóbora.Durante o evento, Bush agiu com cautela e se confundiu ao falar sobre o animal. ?Ele parece um pouco nervoso?, disse. Mas logo consertou: ?Ela, ela?. Assim como Zack, seu antecessor, Katie completa 34 semanas de vida amanhã. Bush pediu aos americanos que marquem o feriado compartilhando com a família as graças recebidas, lembrando pessoas queridas que estão longe de suas casas e pensando naqueles que sofrem em outros países. ?O povo americano sempre foi muito agradecido. Nós somos gratos pela nossa liberdade, pelas nossas famílias e pelo nosso lindo país?, disse.ProtestoMembros do grupo de defesa dos animais Ethical Treatment of Animals disseram que esta história não terá um final feliz, como afirma o presidente. Ao contrário da promessa de Bush, de que Katie ?viverá seus dias mais feliz e confortável?, na fazenda Kidwell Farm, para onde a perua irá, os animais vivem apenas alguns meses. ?Do jeito que os perus são criados, para servirem de alimento, eles crescem tanto que o corpo, o coração e pulmão não os suportam?, criticaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.