Bush se diz "perturbado" com casamentos gays

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush afirmou estar "perturbado" com os casamentos entre pessoas dos mesmo sexo que estão ocorrendo em São Francisco, Califórnia, e por recentes decisões judiciais em outros Estados que poderiam abrir o caminho para a legalização deste tipo de união. "Estou observando atentamente o que vem ocorrendo em São Francisco, onde estão emitindo licenças de casamentos embora a lei o proíba", disse Bush a jornalistas na Casa Branca, ao lado do presidente da Tunísia, Zine El Abidine Ben Ali, que está em visita oficial aos Estados Unidos."Venho declarando reiteradamente que apoiarei uma lei que consagre o matrimônio como uma instituição entre um homem e uma mulher. Obviamente tais eventos estão influenciando minha decisão", afirmou o presidente. Bush não respondeu diretamente a uma pergunta sobre se apoiaria uma proibição constitucional contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, embora vários grupos conservadores afirmem que o presidente o fará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.