Bush se diz "preocupado" com crise argentina

Em conversa com jornalistas no Texas, o presidente americano George W. Bush afirmou hoje estar "preocupado" com a crise econômica e política na Argentina, acrescentando querer ajudar o país tão logo se desenhe um plano de crescimento econômico. "Estamos dispostos a trabalhar com eles", disse. Na palavras de Bush, Argentina é "uma parte muito importante do hemisfério" e também "uma democracia vibrante". No início da noite, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Camaño, assumiu provisoriamente a presidência da Argentina. Amanhã, a Assembléia Legislativa se reúne para indicar um novo presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.