Bush se diz satisfeito com a morte dos filhos de Saddam

O presidente americano, George W. Bush, disse nesta quarta-feira que ficou satisfeito com a morte dos dois filhos de Saddam Hussein, qualificando o acontecimento como o mais claro sinal de que ?o antigo regime acabou e não voltará?. Bush chamou Uday e Qusay, mortos na terça-feira em um enfrentamento contra forças americanas, de ?duas das piores figuras do regime... responsáveis por torturar, mutilar e assassinar um número sem fim de iraquianos?. Falando nos jardins da Casa Branca, tendo a seu lado o ssecretário de Defesa Donald Rumsfeld e o administrador do Iraque, Paul Bremer, Bush disse que ?uns poucos remanescentes? do regime de Saddam estão bloqueando os esforços para estabilizar o Iraque e levar a liberdade ao país árabe. ?Esses assassinos são inimigos do povo do Iraque. Seu reduto principal está em algumas poucas áreas do país. E por onde eles passam estão sendo caçados e serão derrotados?, disse Bush em breves declarações. Não respondeu a perguntas feitas pelos jornalistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.