Bush sugere que seu irmão Jeb daria um ´grande presidente´

O presidente americano, George W. Bush, disse nesta quarta-feira que seu irmão mais novo, o governador da Flórida, Jeb Bush, seria um "grande presidente". A declaração foi feita durante uma visita do presidente ao Estado governado por Jeb desde 1999.Jeb Bush possui uma vantagem que seu irmão presidencial não possui atualmente, aprovação da maioria de seus eleitores. Enquanto os níveis de aprovação de George W. Bush estão em baixos 30%, cerca de 55% dos eleitores da Flórida acreditam que Jeb está fazendo um bom trabalho, segundo uma pesquisa feita pela Universidade Quinnipiac.O governador disse inúmeras vezes que não será candidato à presidência em 2008, mas isso não impediu sua família de encorajá-lo a concorrer um dia. O presidente afirmou ter conversado sobre o assunto com o irmão. "Não tenho idéia do que ele vai fazer", disse o irmão mais poderoso. "Realmente creio que nem ele saiba. Penso que seria um grande presidente. Mas é Jeb que deve decidir", disse o presidente. Jeb, de 53 anos, governa a Flórida pelo segundo mandato - feito inédito para um republicano no Estado. Seu mandato termina em janeiro de 2007. Seu irmão mais velho termina seu segundo mandato presidencial em janeiro de 2009. Nenhum dos dois pode se candidatar à reeleição em seus respectivos cargos por causa da legislação. O sobrenome Bush pode prejudicar - assim como ajudar - na política americana atual. Por causa do nome familiar e de suas conexões em todo o país, Jeb Bush se dá ao luxo de decidir se quer concorrer à presidência enquanto outros candidatos têm que se mobilizar cedo. Seu próprio pai diz que ninguém acredita nele quando diz que não está interessado em disputar a presidência em algum momento. O ex-presidente Bush disse no ano passado em uma edição do programa Larry King Live, da CNN, que gostaria que seu filho Jeb concorresse um dia e que ele seria "excelente" como presidente. A família Bush é uma das dinastias republicanas mais importantes dos EUA. Além do atual presidente, George, e do governador da Flórida, Jeb, o pai deles, George Herbert Walker Bush, foi presidente entre 1989 e 1993 e o avô dos dois, Prescott Bush, foi senador.Visita presidencialOs irmãos Bush aparecerem juntos na terça-feira durante a visita do presidente à Tampa, na Flórida. Jeb Bush levou seu irmão a um centro para aposentados em Sun City Center. Eles tiveram um almoço particular juntos com apoiadores políticos e depois visitaram uma estação do corpo de bombeiros.O governador não acompanhou o presidente em sua visita ao Clube de Porto Rico em Orlando na quarta-feira, última parada de George W. Bush em sua viagem de três dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.